As garantias de se investir no Clássico

Blog Workay!

Notícias e conteúdos para quem busca encontrar o profissional certo sem dor de cabeça.

As garantias de se investir no Clássico

14 Agosto 2018

Escrito por: Stéphanie Rosemberg(arquiteta e urbanista)

É por meio da riqueza de detalhes que o clássico faz sua fama. Ornamentações e adornos caracterizam seus elementos em referência principalmente ao período Barroco e Rococó, trazendo requinte ao ambiente.

O Clássico, quando empregado na decoração de forma cuidadosa, que não pese aos olhos e que não pareça antiquado, pode definir atemporalidade ao seu espaço, já que não fará necessária a troca de seus componentes por fatores como moda. O clássico nunca sai de moda.

É importante que se tenha em vista que hoje o maior ditador de tendências em interiores é o conforto, portanto, equilibrar as partes de modo que não carregue demais o ambiente é fundamental. Assim, atualmente, o que mais tem se usado de clássico não é necessariamente tudo que defina o espaço, mas sim componentes combinados ao sóbrio, ao neutro. Tais componentes podem se fazer presentes seja pela simetria, pelo próprio mobiliário (bufês, mesas, cadeiras, sofás, camas, entre outros, cujos materiais principais são madeiras escuras que remetam ao mogno ou à cerejeira, por exemplo, além do mármore em qualquer cor), como também pelas diferentes estampas ou texturas de tapetes, cortinas, estofados ou papéis de parede. Molduras de gesso, rodapés e roda tetos caracterizam-se também como traços clássicos recorrentes.

É preciso que se tome cuidado para que ambientes pequenos não pareçam menores pelo excesso de adornos, por isso se atente sempre à quantidade de enfeites, tamanhos e cores de fundo de estampas e iluminação.

Entre agora em contato com a workay, e coloque o requinte e a sofisticação do clássico na sua casa com os melhores profissionais do mercado.